Casas de Repouso

A Prolifico adquire e desenvolve casas de repouso para serem operadas pela Hamani, uma inovadora empresa de Senior Living pertencente à Prolifico e aos fundadores da Hanami.

O Mercado

O mercado de Senior Living ainda se encontra na sua infância no Brasil. Contudo, tendo em conta o atual potencial de mercado de US$ 2,6 bilhões e uma população de idosos projetada para quase dobrar a cada década, a Prolifico acredita que existe uma enorme oportunidade para criar valor em larga escala neste mercado.

Grande parte da oferta existente no mercado de Senior Living Brasileiro se caracteriza por ser um produto de baixa qualidade, sendo que o mercado é ainda muito fragmentado, com a maioria dos operadores possuindo apenas uma unidade. A maior parte da oferta existente consiste de unidades residenciais que foram modificadas, nas quais quartos e banheiros são compartilhados e o staff não é suficientemente qualificado.

Contudo, tal é a falta de oferta no Brasil que, atualmente, casas de repouso com falta de condições apropriadas cobram preços altos por quartos compartilhados, além de terem grandes filas de espera.

Demanda

O estilo de vida moderno da classe média Brasileira dificulta, cada vez mais, que os filhos possam cuidar dos seus pais quando estes chegam a idosos, como era norma cultural na América Latina. Este fato representa uma enorme oportunidade para o aparecimento de um produto de qualidade.

Com isso, é expectável que o mercado brasileiro de casas de repouso continue presenciando um aumento substancial na demanda, muito em razão de mudanças socioeconômicas atualmente em curso, como por exemplo:

  • População idosa crescendo 5% ao ano durante os próximos 20 anos
  • Aumento da esperança média de vida e consequente aumento do número de idosos com algum grau de dependência
  • Mercado oferecendo maioritariamente um produto de baixa qualidade com residenciais superlotados
  • Aumento da taxa de divórcios e a consequente redução da capacidade das famílias para cuidar dos seus idosos (340 mil divórcios em 2014 vs. 180 mil em 2007)
  • Maior mobilidade, com os filhos se mudando do bairro da família para morar em áreas mais seguras
  • Transição para apartamentos cada vez menores, devido ao aumento do preço dos imóveis (espaço limitado para famílias multi-geração)
  • Mudança na lei laboral que duplicou os custos para ter cuidadores pessoais, tornando as casas de repouso numa solução mais eficiente em termos de custos
  • Redução drástica do núcleo familiar e consequentemente do número de familiares disponíveis para cuidar dos pais em envelhecimento (média de 6 filhos em 1970 vs. 2 filhos em 2010)
  • Crescente número de mulheres com emprego regular e carreiras profissionais, implicando menos tempo para cuidar dos familiares idosos

Estratégia

A Prolifico e a Hanami apostam em projetos greenfield e no retrofit de propriedades em localizações próximas das áreas nobres das principais cidades Brasileiras. O segmento-alvo é o segmento de “Assisted Living” (reduzida necessidade de cuidados), que difere das “Nursing Homes”, que são destinadas a idosos com elevados graus de dependência.

A Hanami opera atualmente uma casa de repouso em São Paulo, que atingiu 100% de ocupação em apenas 12 meses, estando bastante focada em oferecer um serviço com qualidade e individualidade aos seus residentes.

A primeira casa de repouso da Hanami serviu como projeto piloto para identificar o design e o modelo de negócio mais eficiente. O produto oferecido pela empresa é caracterizado por um ambiente familiar, devido a um design modular, tendo cada modulo uma área comum personalizada, ao contrário do que acontece com os modelos mais tradicionais em construções verticais, com grandes áreas comuns e um ambiente mais hospitalar.

A Hanami tem como meta se tornar líder de mercado na provisão de qualidade e se tornar uma marca de referência no segmento de casas de repouso (Assisted Living).